1. This product was added to our catalog on Tuesday 06 September, 2005.

    Coriander - 10 gr

    Our Price:  1.89EUR

    Coentros
    Coentros

    Nome científico: Coriandrum sativum

    Nome comum: Coentro, Coriandro

    Família: Apiaceae ( Umbelliferae )

    Origem: Entre a parte oriental do Mediterrâneo e o Cáucaso. A partir daí os Coentro s espalharam-se por toda a Europa e América e actualmente ainda crescem espontâneamente na zona meridional da Europa. Mais tarde difundiu-se por todo o Mundo, especialmente pela Ásia onde se coverteu numa espécie de grande importância.

    História: Os coentros já apareciam mencionados na Bíblia, é uma erva utilizada há muito tempo na Europa e na Ásia. Em Inglaterra foram introduzidos pelos romanos, que o utilizavam moído com cominhos e vinagre para conservar a carne. Alguns autores afirmam que o seu nome deriva do grego coriandru, que significa percevejo, isto devido ao aroma que os frutos verdes apresentam, que é muito parecido com o dos percevejos. Outros dizem que deriva do termo grego que significa “chinche” e alude ao aroma especial desta planta que para uns é aromático e para outros desagradável. Muitas histórias são contadas sobre o coentro. Comenta-se que na Idade Média as chamadas “bruxas” utilizavam o coentro nas poções chamadas de filtros de amor. Na história de Paracelso dizia-se que o coentro era utilizado juntamente com almíscar, açafrão e incenso para a produção de um perfume muito utilizado nas práticas de magia sexual. Na Holanda os mais velhos que fumavam cachimbo costumavam mastigar alguns frutos de Coentro para retirar o gosto de tabaco da boca. Já na Índia é muito utilizado na culinária tradicional, chegando a fazer parte do famoso curry.

    Descrição: Planta herbácea, anual, de uns 60 cm de altura, de ciclo curto.O sistema radicular do Coriandro é aprumado e muito ramificado. Tem caule fino, redondo, oco e ramificado. As suas folhas são de cor verde clara. As superiores estão divididas e as inferiores formam numerosos folíolos arredondados ou ovais com lóbulos e longos pecíolos. As flores são brancas ou rosadas, pequenas e aromáticas e agrupam-se em umbelas terminais que possuem entre 3 a 4 raios. O fruto é um esquizocarpo globular, estriado.

    Sementeira: Os Coentros semeiam-se no seu lugar definitivo desde meados da Primavera até príncipios do Verão, em fileiras com uma separação de cerca de 30 cm.

    Luz: Sol

    Solos: Prefere solos de texturas franca ou franco-arenosa, com boa drenagem e pH de 6,5.

    Rega: Regular

    Adubação: 60-80 Kg.ha -1 de azoto, 80-100 Kg.ha -1 de fósforo e 100-120 Kg.ha -1 de potássio.

    Multiplicação: Semente

    Pragas e Doenças: Afídeos, larvas mineiras e lagartas, alternariose e podridão cinzenta.

    Colheita: As flores são colhidas quando as sementes passam do verde ao castanho. As folhas apanham-se quando necessário. Os caules penduram-se voltados de “cabeça” para baixo num local fresco, ventilado e á sombra. Depois de estarem secos, sacodem-se em cima de um pano ou dentro de uma saca para recolher as sementes.

    Conservação: Colocar as sementes após a colheita em local ventilado a secar. Guardar em recipientes herméticos. Conservar as folhas no frio ( frigorífico).

    Utilização: Podem ser usadas para aromatizar pratos. As folhas frescas podem ser utilizadas na confecção de alguns pratos. Usa-se em carnes assadas, legumes e molhos. As folhas, as raízes, os caules e as sementes desta erva, fortemente aromática, têm gostos levemente diferentes. As folhas frescas são bonitas e dão imediatamente um gosto exótico a qualquer prato, se forem adicionadas antes de servir; também são excelentes em saladas e como guarnição. Pode cozinhar as raízes e os caules nos estufados e sopas, mas retire-as antes de servir.

    Partes utilizadas: Caule, folhas, sementes

    Propriedades: Anti-séptico, anti-espasmódico, excitante, estimulante e cicatrizante.

    Outros usos:

    Saúde: É um bom estimulante da mucosa grástrica, pelo que se utiliza no tratamento de doenças do sistema digestivo. Melhora as digestões lentas e a falta de secreção estomacal. Utiliza-se para o tratamento dos problemas de gases. Devido ao seu agradável sabor e ás suas qualidades anti-espasmódicas, inclui-se na composição de tisanas e purgantes, para prevenir a irritação intestinal. A nível externo utiliza-se pela sua acção analgésica em forma de loção ou pomada para tratar o reumatismo.

    Autor: André M. P. Vasconcelos (Engenheiro Agrónomo)

    Outras Sementes de Plantas ou Flores Aromáticas



    A sementeira de Coentros, em local definitivo, tem lugar em meados de Primavera, para colheita no Outono, devendo-se escolher zonas de temperatura amena.

    Em geral, as sementes de Coentro cultivam-se em local definitivo desde o final do Inverno a meados do Outono.
    (Em Portugal e todo o Hemisfério Norte nos meses de Fevereiro, Março, Abril, Maio, Junho, Julho, Agosto, Setembro e Outubro).

    Reviews