1. This product was added to our catalog on Friday 30 September, 2005.

    Cultivo Moderno do Olival

    Our Price:  21.09EUR

    de Andrés Guerrero Garcia

    Esta obra, publicada originalmente em Espanha, tem tido um acolhimento muito bom por parte do público e dos agricultores espanhóis, indo já na quinta edição, pelas mãos duma editora de renome mundial na área das publicações agrícolas. E se o autor acredita que a obra prestou, e continua a prestar, um serviço efectivo à olivicultura espanhola, também o editor português crê que a sua publicação em Portugal possa fazer o mesmo junto dos agricultores e de todos os interessados em Portugal.

    E, como o leitor poderá verificar, encontrará ao longo deste livro valiosas informações sobre:

    • a olivicultura no mundo e variedades mundiais de oliveiras,
    • multiplicação da oliveira (técnicas tradicionais e modernas),
    • preparação e implantação do olival, densidades e compassos,
    • fertilização (técnicas e nutrientes; diagnóstico de carências, fertirrigação), rega e manutenção do solo,
    • poda da oliveira e colheita (maturação, maquinaria e mecanização, acondicionamento),
    • pragas e doenças, danos fisiológicos (geadas, granizo, temperaturas altas, etc),
    • estudos económicos dos custos do cultivo do olival.

    Andrés Guerrero Garcia, engenheiro agrónomo, chefiou durante muitos anos o Departamento de Olivicultura e Arboricultura na região de Córdova e colaborou em diversos projectos em Jaén, Córdova e Sevilha.

    Conteúdo
    Lista de Termos

    A olivicultura no mundo, Produção mundial de azeite, Produção e consumo mundial de azeite, Exportações e importações mundiais de azeite, Produção e consumo mundial de azeitona de mesa, Produção e consumo de azeite na União Europeia, Exportações e importações extra-comunitárias de azeite da União Europeia, Superfície de olival no mundo por países e variedades mais frequentes, Distribuição do olival em Espanha, Produção do olival em Espanha, Botânica e fisiologia, Classificação botânica, Características gerais, Sistema radicular, O tronco, Ramagem e rebentos, Folhas, Gomos, Flores, Fruto, Ciclo vegetativo anual, Efeito do frio na floração e na frutificação, Polinização, Multiplicação da oliveira, Técnicas tradicionais, Técnicas modernas, Comparação dos diversos sistemas de propagação, Selecção clonal, A utilização de cavalos (em enxertia) no olival, Variedades de oliveira, As variedades em Espanha, Descrição de algumas variedades para produção de azeite, Picual, Cornicabra, Hojiblanca, Lechin ou Zorzaleño, Arbequina, Picudo, Empeltre, Verdial de Huevar, Verdial de Vélez-Málaga, Verdial de Badajoz, Farga, Mourisca, Aloreña, Blanqueta, Descrição de algumas variedades de mesa, Manzanilla, Manzanilla Preta, Gordal Sevilhana, Morona, Variedades de outros países, Itália, Coratina, Frantoio, Moraiolo, Leccino, Ascolana Teñera, Portugal, Galega, França, Picholine, Grécia, Coronaiki, Conservolia, Kalamata, Turquia, Tinísia, Chemlali, Chetoui, Meski, Argélia, Chemlal, Sigoise, Marrocos, Picholine Marroquina, Jugoslávia, Obliça, Estados Unidos, Mission, Implantação do olival, Preparação do terreno, Mobilização profunda, Subsolagem, Despedrega, Drenagem, Sistemas de plantação, Disposição em quadrado, Disposição rectangular, Disposição em triângulo, Abertura das covas, Adubação de implantação, Plantação, Época de plantação, Regas, Mobilizações, Cuidados fitossanitários, Densidade e compasso de plantação, Densidades, Compasso de plantação, Volumes de copa, Aumentos de densidade, Amanhos, Plantação em sebe, Fertilização, Teores de N, P, K no olival, Extracções, Ensaios de fertilização, Azoto, Fósforo, Potássio, Fertilização foliar, Fertilização foliar com adubos simples, Estudo da fitotoxicidade da ureia aplicada por via foliar, Época de aplicação da ureia por via foliar, Vingamento do fruto e queda fisiológica, Evolução do teor de N na folha, Crescimento das árvores, Colheita obtida, Conclusões, Diagnóstico foliar, Teores de macronutrientes e micronutrientes, Equilíbrios em nutrientes, Valores médios dos teores em N, P, K, Evolução dos elementos no ciclo vegetativo, Amostragem e avaliação dos resultados da análise foliar, Fertirrigação, Fertilizantes empregues na fertirrigação, Compatibilidade de alguns dos fertilizantes líquidos empregues na fertirrigação, Influência da fertilização na quantidade e qualidade do azeite obtido, Conclusões sobre a forma de fertilização do olival, O alpechim como adubo orgânico, Contaminação de aquíferos, Fitotoxicidade, Valor fertilizante, Manutenção do solo, Mobilização tradicional, A água como factor limitante, Alfaias agrícolas utilizadas, Mobilizações habituais, Horas de mobilização por hectare, Não mobilização em solo nu, Jardicentro, Técnica utilizada, Experiências de não mobilização, Ensaios sobre não mobilização em grandes áreas, Custo dos trabalhos do solo na não mobilização, Não mobilização em solo semi-coberto, Semi-mobilização, Comparação dos custos das mobilizações do solo em diferentes sistemas, Vantagens e inconvenientes da não mobilização com solo descoberto, em relação à , mobilização, do solo, Possíveis soluções para alguns dos inconvenientes, Infestantes, Erosão , Sulcos de erosão, Realização prática da não mobilização, Não mobilização e olivais regados por gota-a-gota, Sistemas de aplicação de herbicidas, Herbicidas que podem ser empregues no olival, Herbicidas recomendados, Algumas características destes herbicidas, Rega do olival, Generalidades, A água e a planta, Transpiração Evapotranspiração, Necessidades da oliveira em água, Resposta às regas em diferentes épocas, Outros ensaios, Necessidades na rega gota-a-gota, Consumo de agúanos diferentes meses do ano, Diferentes sistemas de rega, Rega por gravidade, Rega por aspersão, Rega gota-a-gota, Escolha do sistema de rega, Rega com águas salinas, Poda da oliveira, Generalidades, Bases biológicas da poda, Bases agronómicas da poda, Época da poda, Turno de poda, Poda de formação, Poda de formação na olivicultura tradicional, Poda de formação em plantações intensivas, Poda de manutenção, Poda de renovação ou de rejuvenescimento, Maturação, A resistência dos frutos ao desprendimento, Teor dos frutos em azeite, Evolução da qualidade do azeite no fruto, Queda dos frutos, Influência da época da colheita nas colheitas seguintes, Momento óptimo da colheita, Sistemas tradicionais de colheita, Mecanização da colheita, Colheita no solo, Máquinas vibradoras, Limpeza, acondicionamento e transporte, Evolução do rendimento da máquina vibradora através dos períodos de colheita, Influência dos métodos de colheita manual e mecânica da azeitona sobre a colheita do, ano seguinte, Custo da utilização do equipamento tractor-vibrador, Tempo utilizado no arranque com máquina vibradora, Limiar de rentabilidade da vibradora, Pragas e doenças, Pragas, Prays oleae, Bactroceraoleae, Saissetia oleae, Phloeotribus scarabeoides, Euzophera pingiiis, Margaronia unionalis, Uothrips oleae, Euphyllura olivina, Oíiorrhychus cibricollis, Histeropterum grylloides, Reseliella oleisuga, Acería oleae, Arvícola savüePitymispelandonius, Doenças, Pseudomonas savastanoi, Cycloconiumoleaginum, Gloeosporium olivarum, Camarosporíum dalmaticum, Verticilliumdahliae, Capnodium elaeophilum, Rosellinianecatrix, Amallaría mellea, Outros agentes causadores de danos, Excesso de humidade, Chuvas torrenciais, Geadas, Neve, Granizo, Vento, Insolação, Temperaturas altas, Estudo dos custos do cultivo por hectare de olival.. Custo horário dos salários, Custo horário dos tractores e maquinaria, Custo dos trabalhos mais frequentes no olival, Custos anuais do olival de sequeiro, Custos anuais do olival de regadio, Custos de plantação por hectare

    Nº de páginas: 296
    Ano de edição: 2005
    Reviews