1. This product was added to our catalog on Tuesday 13 September, 2005.

    Kamille

    Our Price:  2.45EUR

    Camomila
    Camomila

    Nome científico: Matricaria chamomilla

    Sinónimos botânicos: Chamomilla vulgaris Gray, Chrysanthemum chamomilla (L.) Bernh., Matricaria kochiana Sch. Bip., Matricaria recutita var. kochiana (Sch. Bip.) Greuter

    Nome comum: Camomila

    Nomes populares: Camomila-comum, Macela-nobre,Camomila-vulgar,Camomila-da-alemanha.

    Família: Asteraceae.

    Origem: Europa

    Habitat: Prados e bermas de caminhas, regiões calcárias da Europa. Também nas zonas temperadas da Ásia ocidental, norte de África, América e Austrália.

    História: A camomila é uma planta utilizada á muitos séculos. A sua importância era tanta que os homens sábios do Egipto antigo, entenderam que devia ser consagrada ao sol. Além dos egípcios, também os gregos e os romanos utilizavam esta planta como remédio para baixar a febre, tratar doenças hepáticas e combater as dores intestinais.

    Descrição: planta anual, com caule erecto, muito ramificado e pode alcançar os 70 cm de altura. A Camomila possui folhas delgadas e bem recortadas, de cor verde intenso, os folíolos são pequenos e têm forma linear. As numerosas ramas secundárias terminam num botão floral redondo. Dentro do disco floral estão numerosas flores amarelas tubulares e pequenas. O receptáculo é oco e cónico. O fruto da Macela é um aquénio arredondado.
    As partes mais usadas desta planta são as flores e as folhas.
    Surpreende pela sua utilidade, além de ornamental, a Camomila produz um chá calmante e digestivo, suaviza a pele e embeleza os cabelos. Trata-se de uma das ervas mais antigas que a humanidade já utilizou. O intenso aroma despertou o interesse pela planta e antigos pesquisadores, atraídos pelo doce perfume, acabaram por descobrir várias das propriedades que tornaram a camomila tão famosa.
    Cultiva-se em pleno sol, solos bem drenados, argilo-arenosos e férteis; assegura a saúde das plantas ao redor, convive bem com as couves, cebolas, mentas e repolho.

    Sementeira: Primavera

    Luz: sol, meia-sombra

    Solos: A Camomila prefere solos calcários e permeáveis mas também cresce bem em qualquer ouro tipo de terra de jardim.

    Temperatura: Planta de clima temperado.

    Rega: regular

    Adubação: adubar um pouco na altura da floração.

    Floração: de Maio a Setembro

    Multiplicação: Semente

    Colheita: Os seus botões florais podem-se colher durante todo o período de floração.

    Conservação: secar as flores de Camomila ou Macela dentro de um armário escuro ou no forno e guardá-las em recipientes herméticos e em local escuro.

    Partes utilizadas: capítulos secos.

    Propriedades: adstringente, antialérgica, calmante da pele, clareador de cabelo, digestivo, fortificante, laxante, sedativa, sudorífico. Antiinfiamatório e espasmolítico no muco gástrico e duodenal, cicatrizante, imunoestimulante, antibactérico (uso tópico). Depresor das funções musculares. Interfere na absorção do ferro e outros minerais. Componentes: alcool sesquiterpênico, alfabisabolo, azuleno, furfurale, parafina, sesquiterpeno, tanino.

    Indicações: acidez do estômago, aliviar dor de ouvido, catarros, cefaléias, cólica das crianças, cólica do estomago, dor, enxaqueca, espasmo, estimular a menstruação, evitar assadura, gases, gripe, inflamação (matriz da uretra, bexiga), intestino, lavagem vaginal, menstruação difícil e dolorosa, nevralgias, queimadura do sol, remover crosta na cabeça dos recém-nascidos, resfriado, reumatismo, tensão pré-menstrual, úlcera, útero.

    Utilização Aplicações medicinais: A camomila destaca-se como uma planta de uso medicinal cujas propriedades farmacológicas assentam na ação anti-inflamatória e adstringente. Possui amplo uso na indústria de medicamentos, cosméticos e alimentos. De acordo com sua composição e atividade farmacológica a mesma pode ser utilizada na forma de infusão (chá), e quando feita a extração do seu óleo essencial este pode ser incorporado em cremes, “shampoos” e loções.Outro uso bastante frequente na tecnologia farmacêutica é a extração alcoólica (tintura) que pode compor inúmeras fórmulas farmacêuticas. Indicada para má digestão, cólica uterina, sedativa (infusão flores ou chá da flor de camomila), para queimaduras de sol (ajuda a refrescar a pele e evita o vermelhidão da pele), conjuntivite e olhos cansados (compressas com infusão do preparado das flores).
    Como chá usado diáriamente diminui as dores musculares, tensão menstrual, stress e insônia, diarréia, inflamações das vias urinárias, misturado ao chá de hortelã com mel combate gripes e resfriados. Na forma de infusão é útil para o fígado, antialérgico, para as dores reumáticas, nevralgias. Ajuda a purificar o organismo e aliviar a irritação causada pela poluição. Age como sudorífico.
    A parte comercializada e de maior valor para os produtores e para a indústria são os capítulos florais secos.
    Cosmética: A camomila é vulgarmente utilizada para aclarar o cabelo. A planta actua progressivamente nos pigmentos capilares de forma a atribuir ao cabelo um tom mais claro, chegando mesmo ao louro natural. Existem disponíveis no mercado dezenas de champôs de camomila e ainda outras loções aclaradoras que também recorrem a este processo natural.
    A camomila é, igualmente, muito utilizada em cremes, devido à acção suavizadora da pele. Em determinados casos, a camomila actua na pele atribuíndo-lhe luminosidade e retirando o ar seco e envelhecido.

    Aromaterapia: o seu óleo essencial é sedativo e anti-fúngico.

    Efeitos colaterais: não usar na gravidez e se tiver algum problema crônico gastro-intestinal, tais como úlcera duodenal ou gástrica, refluxo do esôfago, colite ulcerosa, colite espasmódica, diverticulite, diverticolose.

    Revisão Técnica: André M. P. Vasconcelos ( Engenheiro Agrónomo)

    Outras Sementes de Plantas ou Flores Aromáticas

    Clique para Imprimir


    Reviews