1. This product was added to our catalog on Tuesday 13 September, 2005.

    Papaver

    Our Price:  2.45EUR

    Pavot vivace - Papaver - Papoila - Adormidera - Papoila Vivaz
    Papaver nudicaule

    Papoila

    Nome Científico: Papaver nudicaule.

    Nome Comum: Papoila.

    Nomes populares: Papoila.

    Família: Papaveraceae.

    Hábitat: Terrenos baldios, campos e pastos, beiras de caminhos.

    Origem: Ásia, África, Europa.

    Descrição: Planta herbácea, vivaz, cultivada como anual ou bianual, de porte erecto ou em forma de tufos, a Papoila pode atingir uma altura de 20-60 cm. A tendência é para terem uma folhagem basal da qual as flores se erguem em hastes finas. As folhas são de cor verde claro a verde médio, pubescentes ou mesmo cerdosas, grosseiramente dentadas ou recortadas. As flores de Papoila são solitárias, delicadas, com pétalas muito finas e brilhantes agrupadas num botão floral, podendo ser singelas ou dobradas e de várias cores (excepto azul), desde o vermelho, rosa, laranja, branco, púrpura, amarelo, algumas com manchas negras na base das pétalas. A flor das Papoilas tem pouca duração mas rapidamente crescem outras. As sementes minúsculas estão fechadas numa bonita cápsula espalhando-as como os pimenteiros. Planta atractiva para abelhas e borboletas.

    Sementeira: No local definitivo entre Março-Maio ou em estufa ou estufim entre Fevereiro-Março.

    Crescimento: Rápido.

    Transplantação: Março-Abril. Espaçamento de cerca de 30-40 cm.

    Luz: Sol.

    Solos: Bem drenados, frescos, férteis.

    Resistência: Rústica, a Papoila é resitente ao frio.

    Rega: Quando necessário.

    Adubação: Caso seja necessária. Evitar adubos ricos em azoto pois podem provocar a queda prematura das flores das Papoilas.

    Floração: Primavera/Verão

    Pragas e Doenças: Míldio

    Multiplicação: Semente, divisão na Primavera.

    Utilização: Canteiros, bordaduras, jardins rochosos, maciços, taludes, corte, secagem das cápsulas das sementes para decoração.

    Outros Usos: A papoila é usada para dar cor a certos vinhos, medicamentos e para tinjir lãs e malhas. As semente são utilizadas para dar sabor a saladas de fruta, tartes, pastas, etc. Esta planta possui propriedades sedativas, anti-tússicas, sendo utilizada no fabrico de xaropes. As pétalas das flores podem ser usadas em tisanas misturadas com outras flores. A planta é ligeiramente toxica.

    Autor: André M. P. Vasconcelos (Engenheiro Agrónomo)

    Outras Sementes de Plantas ou Flores Aromáticas


    Clique para Imprimir


    Reviews